O duque e a duquesa de Sussex não vão querer envergonhar a rainha, independentemente da hipótese frenética sobre sua entrevista deliberada ampla com Oprah Winfrey, entende-se. O anúncio pela CBS de um relato íntimo de Harry e Meghan sobre sua A partida da Megxit do Reino Unido levou a experiências que são a gota d'água para um exasperado Palácio de Buckingham que irá despojar o casal de seus patronos reais. minar isso, de acordo com uma oferta. Eles estão decididos a batalhar para reter seus patrocínios. Os relatos de que a entrevista resultará imediatamente em Harry sendo destituído de seus títulos honorários da marinha e de Meghan se desfazer do patrocínio do National Theatre, pessoalmente concedido pela Rainha, são considerados confusos dois pontos. Em vez disso, preocupações sensatas, como o fato de o casal que mora a centenas de quilômetros de distância, sem dúvida os vêem sendo compelidos a abandoná-los sob pressão do palácio. Os títulos da marinha de Harry foram mantidos por um ano, quando Megxit foi destruída no topo de Sandringham. anos no passado. O acordo estipulou que o local poderia ser revisto até 31 de março. Ele é atualmente o capitão normal dos Fuzileiros Navais Reais, comandante do poder aéreo honorário da base da RAF em Honington e comodoro-chefe honorário de pequenos navios e mergulho. Patrocínios leais estão totalmente na recompensa do palácio, então os Sussex não têm nenhum gestão sobre eles. O casal imagina que deixou clara sua dedicação para cada uma das organizações envolvidas. Se não fosse pela pandemia Covid-19, afirma-se que eles normalmente teriam retornado ao Reino Unido para ajudar essas organizações. No entanto, eles esperam ter a oportunidade de promovê-los e simbolizá-los no cenário mundial. O Palácio deuckingham recusou-se a comentar. Uma fonte afirmou na entrevista deliberada que, como o duque e a duquesa não eram membros trabalhadores da casa real, quaisquer escolhas que fizessem no que diz respeito aos compromissos com a mídia foram questões para eles. Como membros da realeza não-trabalhadores, eles não tinham nenhuma obrigação de informar a família real de tais planos, afirmou o fornecimento. Winfrey é um amigo detalhista e vizinho do sul da Califórnia. Ela compareceu à cerimônia de casamento de 2018 e não há muito tempo promoveu uma empresa vegana de latte na qual Meghan investiu. Os observadores reais dizem que a entrevista provavelmente não será hostil e pode ter sido rigorosamente coreografada antes da gravação. Mas o anúncio levou a uma reação contrária a Meghan na imprensa do Reino Unido, com acusações de que ela está invadindo sua privacidade pessoal poucos dias após a vitória no excessivo tribunal em sua batalha de privacidade contra o Mail no domingo. Não houve comentários oficiais dos Sussex. Um suprimento indicou que a vitória da duquesa estabeleceu que as pessoas tinham a melhor companhia sobre suas próprias vidas, e não cabia a outros resolver quais partes de suas vidas pessoais poderiam ser tornadas públicas. Além disso, há questões sobre se o a entrevista aumentará as relações de pressão entre Harry e seu irmão, o príncipe William. A visão geral de 12 meses da posição do casal foi vista como uma Internet de segurança, enquanto eles exploraram se podem ou não obter sua ambição de serem financiados de forma independente. Enormes contratos com Netflix e Spotify provaram que têm potencial para estabelecer carreiras lucrativas nos EUA. A entrevista de 7 de março provavelmente será encenada em dois elementos, com a duquesa - que apresentou no domingo ela estava antecipando seu segundo filho - sendo entrevistada pela primeira vez sobre como entrar na vida como uma realeza, casamento, maternidade ... a como ela está lidando com a vida sob intensa tensão pública, de acordo com a CBS. Mais tarde, Harry se juntará a eles e o casal discutirá sua transferência para o ano final dos EUA e seus planos futuros. Oprah com Meghan e Harry: Um CBS Primetime Special foi descrito como um diálogo íntimo pela comunidade de TV dos EUA. Esta não será uma entrevista improvisada. Vai ser rigorosamente pensado e coreografado, afirmou Joe Little, o editor-chefe do jornal Majesty. Mas, ao experimentar o passado histórico das entrevistas reais, você simplesmente se surpreende se isso pode levá-los até o fim. O momento é claramente importante, pois o julgamento [da privacidade] teve que acontecer antes que eles possam finalizar a entrevista, acrescentou. Harry perderá seus patrocínios, porém não como consequência da entrevista. Os 12 meses se passaram e, como ele não vai voltar ao Reino Unido tão cedo, seus compromissos com a marinha e diferentes patrocínios perderam seu significado no que diz respeito às organizações envolvidas. Os Sussex não se sentiriam confortáveis ​​em a perspectiva de se livrar de seus patrocínios, afirmou ele, antes de incluir: Mas descobrir a liberdade tem um valor. Os planos de Harry de voar repetidas vezes dos Estados Unidos para ajudar essas organizações podem ser vistos como hipócritas e minar suas credenciais locais de mudança climática, acrescentou Little. Mesmo sem os patrocínios reais, o casal permanece indelevelmente real. Contanto que eles mantenham seus tipos e títulos reais, isso é a validação em si. Harry, neto do soberano, provavelmente será filho do soberano e depois irmão do soberano. Portanto, essa proximidade com o trono raramente vai mudar, afirmou Little.
Este artigo foi revelado pela primeira vez em local na rede Internet