LOS ANGELES (AP) - A família de Chris Cornell e um médico que supostamente prescreveram medicamentos em excesso antes de sua morte concordaram em entrar com um acordo em uma ação judicial. A papelada do tribunal apresentada pelos advogados da viúva da cantora de rock, Vicky Cornell, e sua crianças, Toni e Christopher Nicholas Cornell, afirmaram que um acordo confidencial foi alcançado. A papelada foi preenchida em abril, no entanto, eles passaram despercebidos antes do City News Service informou sobre eles na quinta-feira. A família Cornell alegou dentro do processo movido em 2018 no Tribunal Superior de Los Angeles que o tratamento, particularmente o medicamento ansiolítico lorazepam, prescrito pelo Dr. Robert Koblin, levou a hábitos erráticos do porteiro do Soundgarden antes de sua morte em Detroit em 2017 em Os investigadores do criminoso em Michigan determinaram que a morte de Cornell foi um suicídio por enforcamento. Testes confirmaram a presença de lorazepam, superior reconhecido por seu modelo de identificação Ativan, no sistema de Cornell junto com barbitúricos e a droga anti-opióide naloxona, porém não os citou como uma reflexão sobre sua morte. O processo declarou Koblin e seu Beverly Hills , Califórnia, local de trabalho, negligente e repetidamente prescrito substâncias gerenciadas que alteram a mente prejudiciais para Chris Cornell que prejudicou a cognição do Sr. Cornell, turvou seu julgamento e o levou a ter interação em comportamentos impulsivos prejudiciais que ele era incapaz de controlar, custando-lhe a vida. O processo afirmou que o médico fez isso descobrindo que Cornell tinha um passado histórico crítico de abuso de substâncias. Na papelada do tribunal em resposta ao processo, Koblin e seu advogado negaram qualquer delito ou dever pela morte de Cornell. Os e-mails em busca de comentários enviados na noite de quinta-feira aos advogados de ambos os lados não eram retornados imediatamente. Após anos de litígios e negociações de acordo, os Requerentes e Réus ... chegaram a um acordo de acordo confidencial para resolver todas as reivindicações, os advogados da família Cornell declararam na petição do tribunal de 2 de abril. O doc afirmou que importante para o compromisso foi o acordo para reduzir a publicidade e manter as frases confidenciais. O caso adquiriu proteção vital da mídia e destaque de seguidores de Cornell e aliados dos Requerentes, diz a súmula do tribunal. Infelizmente, como acontece com muitos casos de estrelas de cinema, esta moção atraiu ainda mais a atenção de pessoas com problemas que assediaram os Requerentes, além de ameaçar a vida e a segurança dos Requerentes Toni Cornell e Christopher Nicholas Cornell. Uma decisão deve, no entanto, aprovar os elementos do acordo que contêm os jovens, que são menores de idade, e a papelada diz que o processo prosseguirá para julgamento se isso não ocorrer. A voz de lamento de Cornell e sua presença de palco de cabelos compridos e sem camisa fizeram dele uma figura importante no rock grunge dos anos noventa. Soundgarden foi um dos muitos primeiros times a ganhar consideração nacional em uma onda que mais tarde incluiu Nirvana, Pearl Jam e Alice in Chains .___ Siga o escritor da AP Entertainment Andrew Dalton no Twitter: https://twitter.com/andyjamesdalton
Este artigo foi revelado pela primeira vez em local na rede Internet

melhor amigo kris jenners