O episódio Please, Baby, Please de Black-ish, que foi arquivado antes de ir ao ar pela ABC devido ao seu conteúdo político novamente em 2018, finalmente irá ao ar no Hulu.

O criador negro Kenya Barris compartilhou a informação em um anúncio na segunda-feira.

Estamos há um ano após as eleições e chegando ao final de um ano que nos deixou, como muitos americanos, lutando com o estado de nossa nação e ansiosos quanto ao seu futuro. Essas emoções se derramaram na página da web, transformando-se em 22 minutos de TV com os quais eu costumava ser, e mesmo assim estou, extremamente feliz, afirmou Barris. 'Por favor, querida, por favor' não foi ao ar naquela temporada e, embora muito tenha sido especulado sobre seu conteúdo, o episódio de forma alguma foi visto publicamente ... até agora.

Mal posso esperar que todos vejam o episódio pela última vez e, como foi o caso quase três anos atrás, esperamos que evoque um diálogo muito necessário - não apenas sobre o que estivemos lutando então ou o como isso levou ao lugar que estamos no momento, no entanto, as conversas sobre o lugar que desejamos que nossa nação vá em frente e, o mais significativo, como chegaremos lá coletivamente, acrescentou.

Na época, a ABC atribuiu sua determinação em não levar o episódio ao ar, o que foi relatado na íntegra por Variedade , a variações inventivas com Barris e os produtores que eles não conseguiram resolver.

Barris usou variações inventivas idênticas, no entanto, a discussão sobre o episódio foi supostamente um grande problema por trás de sua saída para um mega acordo geral na Netflix mais tarde naquele mesmo ano.

Dirigido por Barris, o episódio mostra o patriarca de Anthony Anderson, Dre, cuidando de seu filho pequeno na noite de uma tempestade intensa que mantém toda a família acordada. Dre tenta aprender ao recém-nascido uma história para dormir, porém abandona esse plano quando a criança continua a chorar. Ele, como substituto, improvisa uma história para dormir que, ao longo do episódio, transmite muitos dos problemas de Dre em relação ao estado atual da nação.

O episódio cobre uma série de pontos políticos e sociais. Em uma cena, Dre e seu filho mais velho Junior (Marcus Scribner) discutem sobre o direito dos atletas de se ajoelharem diante da eficiência do hino nacional nos videogames de futebol.

De acordo com um suprimento de informações do cenário, as questões da ABC sobre o episódio foram associadas ao feedback que os personagens fizeram sobre o presidente Donald Trump, não ao enredo do futebol.

Fonte Episódio censurado 'Black-ish' para ir ao ar no Hulu depois de ser arquivado pela ABC em 2018