Recém-saído da Wharton School, o caminho de Chris McCarthy para se tornar um governador da TV começou nas praias de areia branca de Panama City Beach, Flórida.

Era o feriado de primavera de 2005. O governo que agora lidera a segunda maior unidade da ViacomCBS em receita foi encarregado de vender cartões bancários com a marca da MTVU para estudantes universitários em várias fases de embriaguez e despir-se. Ele acabaria por colocar o pé na porta da MTV devido ao seu sucesso em convencer alunos de graduação a se inscreverem em um cartão que lhes dava fatores de recompensa por boas notas, pagando a fatura em dia e comprando livros.



Brad Trent para Variety

No segundo, suando em uma mesa dobrável dentro de uma tenda de ativação de patrocinadores na costa do Panhandle da Flórida, McCarthy temeu que já estivesse perdendo seu MBA suado.

Era selvagem lá - e nunca o meu, diz McCarthy, que cresceu em uma família de operários na Filadélfia. Foi o fator mais engraçado, porque na verdade eu não gosto de cartões de banco, lembra ele. Mas percebi que precisava determinar como você pode fazer esse fator funcionar. Foi minha abordagem em.



McCarthy, 45, presidente da unidade MTV Entertainment Studios da ViacomCBS (antes conhecida como Entertainment & Youth Group), conseguiu o projeto freelance para ajudar a comercializar o cartão do banco MTVU porque ninguém mais na MTV desejou. Ele moveu plástico suficiente naquela semana para finalmente se tornar o chefe de promoção da MTVU, que ao mesmo tempo transmitiu um canal dedicado a mais de 750 faculdades em todo o país.

Depois de entregar o cheque à MTVU, McCarthy ocupou quase todos os empregos que havia no 1515 Broadway antes de pousar em seu primeiro posto de governo de nível médio - como supervisor normal da MTV2 - em 2010.

Salvei fazer os papéis que ninguém queria, explica ele.



Na verdade, McCarthy desenvolveu uma popularidade por assumir o trabalho que exigia o levantamento mais pesado e, enquanto falamos, ele ainda está fazendo isso, embora de um poleiro mais elevado. McCarthy e Nina L. Diaz, presidente de material de conteúdo e diretor artístico, têm uma das muitas atribuições mais difíceis na mídia enquanto buscam reinventar um grupo de fabricantes de canais da ViacomCBS que, após a TV a cabo delineada, no entanto, lutaram em meio aos ajustes oceânicos no consumo de mídia durante a década anterior. A unidade de McCarthy abrange MTV, VH1, Comedy Central, Paramount Network, TV Land, CMT, Pop TV, Logo e Smithsonian Channel.

A estrela de McCarthy na ViacomCBS disparou nos três anos desde que Bob Bakish assumiu as rédeas da Viacom no final de 2016, após um intervalo prolongado de turbulência na empresa. Em meio a essa rápida ascensão, McCarthy traçou um curso que basicamente muda o foco principal da empresa de trabalhar um conjunto de canais a cabo linear para utilizar a divisão como um grande estúdio que gera programação para os canais lineares e um monte de plataformas diferentes dentro e ao ar livre ViacomCBS.

O drama de faroeste da Paramount Network, Yellowstone, estrelado por Kevin Costner (no meio), é a sequência de maior audiência da web.
Cortesia da Paramount Network

O fator que sempre descobrimos foi que a MTV precisava se explodir a cada sete a dez anos por uma tecnologia totalmente nova. Você prospera na mudança, do contrário, morre na mudança, diz McCarthy.

steve taylor maria taylor

McCarthy recebeu o maior portfólio de canais da empresa depois que a segunda fase da fusão da Viacom e CBS foi realizada entre os conglomerados de mídia administrados por Shari Redstone, que é presidente não executiva da ViacomCBS.

Um dos primeiros golpes depois de herdar a supervisão do Comedy Central foi determinar um relacionamento com o apresentador do Daily Show, Trevor Noah. Os dois compareceram para se conhecerem simplesmente porque o bloqueio pandêmico começou em março, o que ofereceu uma base para McCarthy e Noah elaborarem um plano ousado para Noah hospedar uma versão em quarentena do Daily Show de sua casa - uma transferência para diferentes anfitriões rapidamente adotado.

Noah, que passou por vários regimes de administração desde que assumiu as rédeas do The Daily Show em setembro de 2015, aprecia a abertura que McCarthy confirmou ao seu conceito para voltar ao ar em sua agenda pessoal.

O que foi realmente bom foi ouvir da faceta da comunidade: 'Se você deseja nos dar 5 minutos, nós levaremos 5 minutos. Ou 10 minutos ou não importa. 'Tem sido bom ter a capacidade de colocar os itens coletivamente nessa abordagem, diz ele. Ele também credita a McCarthy uma compreensão ansiosa de por que os clipes do Daily Show devem ser desdobrados livremente pela web antes mesmo de o programa ir ao ar em seu horário noturno. Noah está ansioso para ver a faceta do cabo da ViacomCBS se tornar ainda mais agressiva na área de streaming. De McCarthy e Diaz, Noah fornece: Adorei trabalhar com pessoas que se consideram decisivas e visionárias quanto ao que vêem para a comunidade.

***

Como McCarthy, Diaz cresceu dentro do ecossistema da MTV Networks no topo da lucratividade e influência cultural do grupo de TV a cabo. Os dois são incentivados a reviver o brilho dos fabricantes que ajudaram a nivelá-los na rota das carreiras no lazer. Hoje, Diaz está entre os muitos executivos latino-americanos mais graduados em lazer. Desde que ela e McCarthy começaram a trabalhar coletivamente no VH1 em 2015, os 2 estão em sincronia sobre como o ViacomCBS deve mudar sua técnica de programação.

Tendo nosso material de conteúdo em diferentes plataformas externas ao nosso grupo, seremos realmente capazes de realizar a forma de questões pelas quais a MTV foi reconhecida - contando as histórias da vida adulta mais jovem que ressoou em todos nós, seja você ou não tinha sido adolescente ou adulta, diz ela.

Jersey Shore Family Vacation retornará à MTV na temporada seguinte, no entanto, talvez sem Nicole Snooki Polizzi (lateral esquerda), que apresentou sua aposentadoria do programa.
Cortesia da MTV

Mas os obstáculos que os 2 enfrentam são evidentes. Ultimamente, a empresa de canais a cabo sustentada por anúncios é um dado que derrete o gelo, algo que inevitavelmente vai encolher à medida que as pontuações diminuem, a promoção de {dólares} para ir para outro lugar e o corte da corda tem um pequeno tributo nas taxas de afiliados que se movem para a linha traseira do ViacomCBS.

Embora ninguém na ViacomCBS seja capaz de dizer isso publicamente, a variedade de canais dentro do portfólio da empresa diminuirá inevitavelmente nos próximos anos. O objetivo da técnica focada no estúdio de McCarthy é colocar a divisão como um fornecedor de programa vital que pode enviar sucessos para as muitas plataformas internas da ViacomCBS, além de gerar promoções e benefícios de licenciamento de material de conteúdo a partir de vendas brutas de terceiros.

O novo método ficou evidente no início destes 12 meses, quando o grupo de McCarthy optou por promover a sequência dramática de Darren Star, Emily in Paris, para a Netflix, em vez de ir ao ar na Paramount Network da ViacomCBS como deliberado. McCarthy reconheceu que o show se sairia muito melhor em um ambiente de streaming de assiduidade do que como uma sequência semanal na TV linear. Emily em Paris foi classificada como uma em todas as sequências mais assistidas da Netflix desde sua estreia em 2 de outubro.

Para ter certeza, determinar a melhor formulação para a programação com script para as redes de cabo linear é provavelmente um dos grandes desafios que McCarthy tem que resolver junto com seu portfólio de canais expandido. A Paramount Network, que amou um grande sucesso com Kevin Costner-starrer Yellowstone, estabeleceu um novo curso que pode enfatizar telépicos exclusivos com atenção para oferecer alternativas para administradores em ascensão. Enquanto isso, o Comedy Central está aumentando consideravelmente seu financiamento em sequências animadas na esperança de descobrir um South Park de próxima geração.

que ordem devo ler julia quinn

McCarthy e Diaz também estão passando por ajustes principais em um momento de maior atenção à justiça social e considerações anti-assédio, além de pedidos de comércio para variedade e inclusão em todas as faixas de respeito. Os executivos prejudicaram alguns relacionamentos dentro da vizinhança de manufatura improvisada à medida que avançavam vigorosamente em uma iniciativa de US $ 250 milhões para semear uma tecnologia totalmente nova de corporações manufatureiras imparciais de propriedade de produtores e showrunners BIPOC.

Eles estão construindo seu próprio mapa de rodovia por meio disso, diz Judy McGrath, a chefe de longa data da MTV Networks que saiu da Viacom em 2011. Se a rodovia parece escura agora, Chris e Nina se dedicam a criá-la de maneira mais clara. Se houver uma chance de fazer deste um empreendimento crescente e duradouro, eles provavelmente serão quase tão bons porque isso os levará lá.

McCarthy ganhou destaque pela primeira vez no radar do governo comercial da TV quando foi escalado para assumir a VH1 em 2015, em meio a uma em cada uma das inúmeras sacudidas governamentais da Viacom. Seu documento monitor em transformar as pontuações e eficiência monetária do canal levou Bakish a tê-lo enfrentar a MTV bem no final de 2016. Bakish tinha religião na imaginação e presciente de McCarthy para o ativo em declínio, em parte porque eles tinham a mesma convicção de que A incursão da MTV na sequência de roteiro de ação ao vivo foi um erro - e caro.

Chris é um tanto incomum no sentido de que ele é um governador corporativo e um governador artístico, diz Bakish sobre McCarthy. Ele é muito analítico e, ao mesmo tempo, entende o curso artístico de.

Amigos e colegas dizem que McCarthy é extraordinariamente estudioso em relação ao universo ViacomCBS e os ajustes abrangentes afetaram o comércio de forma massiva. Por sua admissão pessoal, McCarthy geralmente passa o tempo livre fascinado com o que eu faço, em parte porque acho isso irresistível.

Em Wall Street e entre os amigos comerciais da ViacomCBS, há ceticismo de que a ViacomCBS possa navegar nas guerras de streaming como um provedor de material de conteúdo para plataformas internas, além de companheiros ao ar livre. A técnica de McCarthy com foco no conteúdo para seu universo de canais é vista como um tiro prolongado, mesmo entre aqueles que torcem pelo corporativo. A única certeza é que seguir a ordem estabelecida não será uma opção.

A realidade revela como Martha & Snoop’s Potluck Dinner Party (2016-19) com Snoop Dogg e Martha Stewart foram acompanhados por Nina L. Diaz.
Cortesia de VH1

Há muitas pessoas que irão contar a você toda a explicação de porque uma coisa não pode ocorrer, diz Bakish. Chris não faria isso. Ele é um solucionador de problemas. Ele está disponível em e diz: 'Veja como vamos desenvolver.'

Como acontece com todas as redes de TV convencionais, a escalada da reinvenção apenas se tornou mais íngreme em meio a uma pandemia mundial e o comércio de lazer intensificado dá atenção ao avanço da justiça social e ao combate ao assédio no escritório.

Para a ocasião, o objetivo da iniciativa do produtor BIPOC de McCarthy e Diaz é admirável, mas a técnica para chegar lá era acidentada. Muitos dentro do mundo unido de produtores de TV improvisados ​​estão consternados com a escolha de tirar muitas revelações da MTV e VH1 de entidades de manufatura de longa data.

ViacomCBS também reduziu os laços em junho com a bandeira de fabricação Big Fish Entertainment em meio à controvérsia sobre o tratamento corporativo de um assunto delicado e autorizado envolvendo imagens da cena do crime coletadas através da fabricação da sequência Live PD da A&E Network da Big Fish, agora cancelada. Em meio à agitação social devido ao assassinato de George Floyd em Minneapolis, a ViacomCBS determinou que agora pode não estar mais em parceria com o Big Fish. Isso a estimulou a descobrir rapidamente novos produtores para a sequência VH1 produzida por Big Fish, semelhante a Black Ink Crew, Cartel Crew e as edições de Love & Hip Hop em Miami, Nova York e Atlanta.

Diaz não se desculpa pelos últimos ataques em relação às revelações. Ela vê isso como um esforço para manter franquias de longa duração contemporâneas, além de contribuir para os objetivos de variedade e inclusão. Ela também observa que sente a obrigação de ajudar a nutrir as modas de cargos do BIPOC que estavam faltando quando ela estava trabalhando em sua abordagem na hierarquia.

Na verdade, sinto que desejo simbolizar para os indivíduos que estão entrando no mercado de que algo é viável, diz ela.

McCarthy afirma que o problema da ViacomCBS para adicionar empresas de manufatura BIPOC é um puro desenvolvimento para a agência que tem sido pioneira em iluminar as luzes da TV em comunidades sub-representadas.

Consideramos isso como três fases. Assegurar que tínhamos variedade na tela foi a onda principal, e conseguir os melhores indivíduos por trás da câmera digital foi a segunda onda. O terceiro é a posse de suas empresas, diz McCarthy.

NPact, o grupo de defesa que representa dezenas de corporações de manufatura sem roteiro imparciais, tem procurado por muito tempo proteger os produtores de serem pressionados a não revelar que eles produzem mediante taxa para redes que possuem os direitos autorais subjacentes.

Em todos os membros da NPact, não restringir as corporações de manufatura ao material de conteúdo que elas criam é o assunto nº 1 de negociação para os produtores, mesmo após a redução de orçamentos e custos, afirmou a NPact em um comunicado à imprensa emitido para a Variety. As corporações de produção entram em grupos de crescimento em tempo integral que funcionam como incubadoras artísticas das redes. Essa sobrecarga era historicamente sustentada por um modelo empresarial por meio do qual os produtores podiam recuperar seus preços iniciais com sucesso - quanto mais alto esse sucesso a longo prazo.

Alguns produtores com longos mandatos nos canais da ViacomCBS dizem que o ambiente de trabalho por trás de McCarthy e Diaz tem sido difícil em meio ao aperto de fundos e esforços para renovar ou reiniciar franquias de longa duração semelhantes a Love & Hip Hop da VH1.

McCarthy optou por promover a sequência interna de Emily em Paris, estrelando Lily Collins, para a Netflix, o lugar que tem feito sucesso.
Cortesia da Netflix

Mona Scott-Young, uma produtora governamental de Love & Hip Hop, diz que admira McCarthy por sua tenacidade e suas habilidades como pensador estratégico. Presumivelmente, não pode ser um processo simples reimaginar uma comunidade e ter uma visão de futuro sobre a transição para um estúdio, diz ela. Mas tem havido tensões no relacionamento entre as seleções de manufatura.

Às vezes, na busca por esse desenvolvimento, ocorrem vítimas, diz Scott-Young. Espero que vejam o valor da parceria de longa data e que isso possa ajudar no sucesso do que estão tentando construir.

***

McCarthy e Diaz estão bem equipados para fazer a reengenharia do universo MTV porque cada um deles foi educado no melhor de sua tradição no final de seu apogeu anterior, vinte anos atrás.

Diaz, uma nativa de Nova York que cresceu em Washington Heights e Harlem, lembra com carinho o ambiente inebriante em que entrou na sede da Viacom na Times Square em 1995. Ela estava há apenas alguns anos fora da Fordham University quando chegou junto com o produtor Cathe Neukum CQ para trabalhar em uma aventura documental sobre indivíduos com HIV. Ela trabalhou como assistente e em empregos de fabricação de baixo nível em um punhado de tarefas, no entanto, de forma alguma encontrou um escritório pulsando de criatividade e espírito de bravura.

Os corredores estavam cheios de vitalidade, lembra Diaz. Era como estar em um dormitório universitário. Havia música explodindo; houve cartazes em todas as partições. Foram duas toneladas de diversão.

Diaz e McCarthy chegaram ao mundo corporativo por meio da parte permanente de trabalhar continuamente para os canais da Viacom, enquanto precisavam periodicamente apressar novas atribuições freelance. Ambos atribuídos ao ethos de reivindicar a certeza de qualquer abastecimento, como resultado do objetivo era manter o trabalho até que se abrisse uma valiosa vaga de trabalhadores.

Você quase viveu lá 24 horas por dia, 7 dias por semana, diz Diaz. Era sempre uma pressa apenas ter certeza de que você continuava nesse ciclo de conseguir trabalho, e tudo isso dependia de quanto você enfrentava os desafios e da forma como estava preparado para enfrentar qualquer processo. E tudo foi jogado em você. Você chegaria um dia e seu chefe diria: ‘Agora você vai gravar sua história’. E eu de forma alguma peguei uma câmera digital. E no dia seguinte foi ‘Agora você vai estudar Avid’.

Diaz acabou se tornando uma governadora de programação que foi fundamental para o lançamento das franquias da MTV Cribs e My Super Sweet 16. Ela também ajudou a entregar o sucesso que definiu o gênero The Osbournes depois de reconhecer o potencial do clã de Sharon e Ozzy durante uma fase de Cribs. Ela deixou o rebanho em 2007 para se tornar uma produtora em tempo integral, entregando o sucesso Mob Wives para a VH1 e produzindo Real Housewives da Bravo de Nova Jersey antes de retornar à VH1 em 2014 como vice-presidente sênior de crescimento e fabricação.

Quem conhece bem Diaz diz que ficou claro desde o início que ela estava decidida a ir longe no lazer. Um de seus primeiros empregos foi trabalhar como assistente de Steven Weinstock, o veterano produtor improvisado, quando ele estava produzindo a sequência de jornal informativo The Eleventh Hour para a afiliada WNET-TV da PBS de Nova York. Seu ímpeto e seus instintos artísticos ficaram tão evidentes durante a entrevista de emprego que ele virtualmente não a alugou.

Você sempre tem a esperança de que um assistente mantenha 12 meses ou dois, porque leva muito tempo para treiná-los, diz Weinstock, que agora é codiretor do banner de fabricação Truly Original da Endemol Shine. Eu logo percebi que teria sorte se Nina ficasse seis meses. Ela era sensata, objetiva e decidida. Ela tinha um olhar que afirmava que este trabalho era apenas um fim na estrada para onde quer que o futuro a estivesse levando.

McCarthy tem uma afeição particular pela MTV, porque ela forneceu a uma criança homossexual na Filadélfia seu primeiro vislumbre do que pode significar ser assumido e orgulhoso. Foi uma revelação. Eu costumava ficar grudado nele, diz ele. Era uma janela direta para um mundo que eu queria conhecer.

***

O CEO da ViacomCBS, Bakish, tem poucas dúvidas de que os principais fabricantes mundiais do conglom têm anos de desenvolvimento à frente deles. E ele confia em McCarthy e Diaz como os principais impulsionadores da transformação corporativa, porque ela aposta em streaming gratuito com anúncios por meio de seu serviço de TV Pluto e o serviço de assinatura Paramount Plus aprimorado, previsto para estrear no início dos 12 meses subsequentes.

É um modelo de desenvolvimento especial do que era há 20 anos e até mesmo 5 anos no passado, diz Bakish. O truque é fazer uso de todos os nossos pertences de material de conteúdo para produzir todas essas plataformas com novas opções atraentes e franquias de biblioteca que as pessoas conhecem. Nina e Chris vão programar várias plataformas.

Em um futuro previsível, os desafios futuros incluirão a proteção das produções e do funcionamento em todo o mundo diante do risco COVID-19. McCarthy dá o crédito a Diaz e sua equipe por terem virado um centavo no último semestre para construir compostos COVID em zonas seguras como a Islândia e a Croácia para manter as revelações funcionando. A qualquer momento, o grupo de McCarthy tem mais de 65 sequências em uma manufatura ativa.

feliz, seja qual for a segunda temporada

É extremamente espetacular o que nossos grupos têm sido capazes de realizar em tão pouco tempo, observa Diaz. McCarthy afirma: Às vezes, é necessário passar por uma mudança ou ele pode atropelar você.

As apostas da mídia convencional em meio à transição do streaming são extraordinariamente excessivas, observa McCarthy. Como Bakish, ele fica tranquilo com a verdade de que a corporação tem uma imaginação transparente e uma presciência do lugar que deve ir. A habilidade para ver o objetivo é metade da batalha, como McCarthy percebeu há cerca de 15 anos dentro da tenda de ativação de cartões bancários da MTVU.

Muita coisa mudou para o chefe desde que ele passou aquela semana em Panama City Beach em 2005. Mas algumas facetas de sua vida, seu trabalho e seus bolsos permaneceram constantes.

Mesmo assim, não tenho cartões de banco, diz McCarthy.


McCarthy: Styling: Jason Rembert Grooming: Mariko Arai/The Wall Group; Diaz: Styling: Sandra Amador/Forward Artists Makeup: Soleimani for Bobbi Brown Hair: Michael Silva utilizing Kerastase; Lead picture McCarthy: Coat: Givenchy; Turtleneck: Club Monaco; Jeans: Rag And Bone; Boots: Giuseppe Zanotti; Lead picture Diaz: Suit: Alexander McQueen; Shoes: Giuseppe Zanotti; Earrings: Laura Lombardi and Jennifer Fischer; Cover McCarthy: Coat: Amiri; Turtleneck: Club Monaco; Jeans: Rag And Bone; Boots: Giuseppe Zanotti; Cover Diaz: Coat: Alexander Wang; Dress: Norma Kamali ; Shoes: Gianvitto Rossi; Earrings: Charlotte Chesnais